Resenha: Reflexões ácidas – Rodrigo Giaffredo

/Editora Chiado/Resenhas/

Editora: Chiado Editora
Autor: Rodrigo Giaffredo
ISBN: 978-8594540355
Número de páginas: 224
Acabamento: Brochura
Classificação EDS: 100 de 100
Compre: Amazon

“Não me preocupa que as máquinas pensem como pessoas, me preocupa que as pessoas pensem como máquinas”. Tim Cook, atual presidente da Apple, durante a Conferência Mundial sobre a Internet ocorrida em 2018, na China. A manutenção da nossa relevância profissional num futuro dominado pelo “digital” dependerá cada vez mais da nossa capacidade de sermos mais humanos. Te convido a pensar junto comigo a respeito de uma centena de pontos de atenção, e avaliar a quantas anda o seu protagonismo, quando o assunto é o rumo de sua própria vida. Porém já te aviso, não vai ter cafuné. O papo vai ser direto e reto. E ácido também.

Minhas impressões

Conheci Rodrigo Giaffredo virtualmente pelo LinkedIn. O jeito despojado de ser chamou minha atenção. Um cara descontraído, com pinta de motoqueiro/roqueiro/cara legal da IBM que manja muito de Design Thinking, Agile, e principalmente, de pessoas.

Adorava ler suas publicações no feed, especialmente as que traziam ao final as hashtags #protagonismohumanonaeradigital e/ou #reflexõesácidas. Até que ele anunciou que lançaria um livro sobre suas reflexões ácidas. Fiz questão de ir ao lançamento e adquirir meu exemplar autografado.

Resenha: Meu amigo Dahmer – Derf Backderf

/Editora DarkSide Books/Resenhas/

Editora: Darkside Books
Autor: Derf Backderf
ISBN: 978-8594540355
Número de páginas: 288
Acabamento: Encadernado
Classificação EDS: 100 de 100
Compre:Amazon

Será possível identificar os traços de personalidade de um assassino antes mesmo que ele comece a matar? Imagine descobrir que um amigo seu de escola acabou se transformando num dos mais temidos serial killers do século? Essa é a história real que o quadrinista Derf Backderf relata na graphic novel Meu Amigo Dahmer. Meu Amigo Dahmer traz o perfil do psicopata Jeff Dahmer quando este ainda era um aluno do ensino médio. O autor do livro foi seu colega de turma nos anos 1970, e conviveu com o futuro “canibal de Milwaukee” com uma intimidade que Dahmer talvez só viesse a compartilhar novamente com suas vítimas.

Minhas impressões

E se seu colega de classe, trabalho ou mesmo igreja, fosse um psicopata? Ou pior, um serial killer?

Meu amigo Dahmer é uma HQ clássica, trazida para o Brasil pela Darkside Books numa edição linda e encadernada como sempre. Você pode ler outras resenhas dessa editora aqui

Derf Backderf, o autor, descreve como foi conviver no ensino médio com nada menos que o “Canibal de Milwaukee”. Jeffrey Dahmer ficou ativo de 1978 a 1991, matando 17 homens e garotos. O que o tornou tão infame foi sua crueldade, a necrofilia, estupros e até mesmo canibalismo!

Resenha: O milagre da manhã – Hal Elrod

/Editora Best Seller/Resenhas/

Editora: BestSeller
Autor: Hal Elrod
ISBN: 978-8576849940
Número de páginas: 196
Acabamento: Brochura
Classificação EDS: 100 de 100
Compre:Amazon

Conheça o método simples e eficaz que vai proporcionar a vida dos sonhos ― antes das 8 horas da manhã! Hal Elrod explica os benefícios de acordar cedo e desenvolver todo o nosso potencial e as nossas habilidades. O milagre da manhã permite que o leitor alcance níveis de sucesso jamais imaginados, tanto na vida pessoal quanto profissional. A mudança de hábitos e a nova rotina matinal proposta por Hal vão proporcionar melhorias significativas na saúde, na felicidade, nos relacionamentos, nas finanças, na espiritualidade ou quaisquer outras áreas que necessitem ser aprimoradas.

Minhas impressões

Particularmente, livros que me ajudam a por em pratica estratégias, que dão insight de como aumentar o nível de produtividade e me fazem ir de encontro ao meu verdadeiro propósito, sempre foram a minha praia. Comecei a ler o livro Milagre da Manhã por indicação de uma amiga muito querida que me presenteou e aqui estou fazendo essa resenha.

Resenha: Os Julgamentos de Nuremberg – Paul Roland

/Editora M Books/Resenhas/

Editora: M Books
Autor: Paul Roland
ISBN: 9788576802228
Número de páginas: 208
Acabamento: Brochura
Classificação EDS: 100 de 100
Compre: Amazon

Essa é a história dos julgamentos de Nuremberg o mais importante processo criminal já realizado, que criou o princípio da responsabilidade individual de acordo com as normas do direito internacional e que encerrou a Segunda Guerra Mundial, dando início à reconstrução da Europa. Os nazistas eram um grupo de criminosos, assassinos, desequilibrados, sádicos e burocratas medíocres unidos apenas por sua filosofia de ódio e pelo amor à espoliação de bens alheios. À medida que fortaleciam seu poder, ma is monstruosos eram seus crimes.

Minhas impressões

Há anos que Os Julgamentos de Nuremberg estava na minha lista, mas pelo valor e outros que estavam na frente, demorei a ler. Demorei também a terminar de ler, mais ou menos seis meses. É um assunto super pesado e o livro retrata um julgamento de mais de dez meses.

A omissão da culpa desses homens significaria o mesmo de dizer que não houve guerra, nem assassinatos ou crimes.

Resenha: Os Cinco do Ciclo – Elias Flamel

/Resenhas/

Editora: Publicação própria
Autor: Elias Flamel
ASIN: B075GZJBLR
Edição: 1
Número de páginas: 556
Acabamento: Ebook
Classificação EDS: 80 de 100 pontos
Compre: Amazon

Yosef de Keltoi. Presenteado na infância, por uma de suas mães, com um tesouro de muitas páginas. Cresceu com pouco, encontrou o seu amor e ao lado dela teve que instigar uma revolução entre trabalhadores do campo. Sua vitória não foi perfeita, pois falhou contra os deuses que tanto venerava. Assim, o líder de uma vila pequena, e quase oculta entre os quatro cantos do mundo, vive o começo da sua velhice.

Minhas impressões

Recebi a indicação desse livro do próprio autor que me contatou através da página do blog no Facebook. Ele me ofereceu uma cópia do livro para que eu pudesse ler e fazer a resenha, mas fiz questão de comprar o ebook, uma vez que o mesmo estava super barato na Amazon.

Abrindo um parenteses aqui. Se você tá apertado pra comprar aquele livro esse mês recomendo o site Cupom Válido. Nele você vai achar diversos cupons para as maiores lojas, incluindo claro, Amazon, Saraiva, Submarino, Wine (pois vinho combina com livros), etc. Então você não vai ter mais desculpa pra comprar livros =)

Voltando. O livro traz já na sinopse algumas questões que chamam atenção e mesmo a lista de livros sendo interminável, coloquei-o na frente. Por sorte não me arrependi.

Resenha: It – A Coisa – Stephen King

/Editora Suma de Letras/Resenhas/

Editora: Suma
Autor: Stephen King
ISBN: 9788560280940
Edição: 1
Número de páginas: 1104
Acabamento: Brochura
Classificação EDS: 100 de 100 pontos
Compre: Amazon

Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e… do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em ‘It – A Coisa’, clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.

Minhas impressões

Ensaiava há muito tempo para ler esse livro, mas sempre deixava de lado pelo tamanho do livro e tinha que manter uma regularidade de resenhas aqui no blog. Bom vocês viram que a regularidade parou né? É, eu estava lendo It =)

…criança; se a vida ensina alguma coisa, é que há tantos finais felizes que o homem que acredita que Deus não existe precisa questionar seriamente sua racionalidade.

Essa resenha nem precisava existir uma vez que o livro foi escrito pelo Stephen King, mas todo bom livro merece uma resenha.

Algo que é sempre marcante nas obras do King é que ele sempre usa os medos mais simples, os mais comuns, para causar o máximo de estrago. Medos esses que ele mesmo tem ou teve quando mais novo. Por isso as obras ficam aterrorizantes.

Resenha: Atômica – Antony Johnston

/Editora DarkSide Books/Resenhas/

Editora: DarkSide Books
Autor: Antony Johnston
ISBN: 9788594540461
Edição: 1
Número de páginas: 176
Acabamento: Encadernado
Classificação EDS: 100 de 100 pontos
Compre: Amazon

Atômica: A Cidade Mais Fria é uma HQ com os melhores ingredientes de uma boa história de espionagem: ritmo tenso e uma trama que pode mudar a cada momento — no underground de Berlim Oriental, nada é exatamente o que parece —, e inclui um levante popular, contra-espionagem, deserções que dão errado e assassinatos secretos. E o resultado foi tão bem recebido que atômica já chegou ganhando o prêmio de melhor graphic novel pela Comixology, no ano em que foi publicada. Berlim, outubro de 1989. O muro que dividiu a Alemanha está prestes a cair, feito uma peça de dominó que acabará derrubando também a União Soviética e a impenetrável Cortina de Ferro. A Guerra Fria parece chegar ao fim, mas o assassinato de um agente secreto inglês do MI6 com informações inestimáveis — uma lista que contém os nomes de todos os espiões que atuam em Berlim — deixa claro que os dois lados ainda têm muito o que esconder, como até hoje. O destaque da graphic novel é o estilo sofisticado que os autores imprimem à história. Antony Johnston é o autor da premiada série de HQs Wasteland, roteirista do game Dead Space e escreveu para personagens como Wolverine e Demolidor. A arte é de Sam Hart, ilustrador inglês que mora no Brasil e tem no currículo quadrinhos como Juiz Dredd e Tropas Estelares. Atômica é para ler nos quadrinhos. Atômica é para ver no cinema. Atômica é para se perder nos becos escuros de uma Berlim que não se encontra nos livros de História.

Minhas impressões

Nessa resenha vou fazer algo um pouco diferente, vou comentar tanto sobre o HQ, quanto sobre o filme, pois os dois tem algumas diferenças cruciais. Primeiro sobre a HQ.

Aniversário 6 anos!

/Editora Companhia das Letras/Editora DarkSide Books/Promoções/

E hoje (na verdade ontem) completamos mais um ano de vida! Mesmo cheio de trabalho, viagens (a trabalho) e muita correria, nós conseguimos manter um bom ritmo de leitura e resenhas.

O que comento sempre com a Dagmar, minha colega e autora de resenhas excepcionais, é que o Estante dos Sonhos é um local para liberarmos nossas ideias e expressar como aquele livro resenhado importou para nós. Sempre que convido alguém pra resenhar, expresso que aqui não existe obrigação e sim o prazer de escrever =)

Portanto, para celebrar como todo ano, sortearemos livros!!! São 6 para ser exato =) E nada mais justo do que sortearmos os livro dos autores e editoras que mais falamos esse ano. Serão:

Resenha: A Guerra da Rainha Vermelha – Liar’s Keys – Mark Lawrence

/Editora DarkSide Books/Resenhas/

Editora: DarkSide Books
Autor: Mark Lawrence
ISBN: 9788594540485
Edição: 1
Número de páginas: 576
Acabamento: Encadernado
Classificação EDS: 100 de 100 pontos
Compre: Amazon

Mark Lawrence, um dos autores de fantasia mais consagrados dos últimos anos, expande seu universo fantástico com uma nova e instigante trilogia. A DarkSide Books tem o prazer de apresentar A Guerra da Rainha Vermelha Volume 2: Liar’s Key. Jalan Kendeth, o neto da Rainha Vermelha e décimo na linha de sucessão ao trono, é um verdadeiro hedonista sem pretensões políticas, que se viu obrigado a abandonar sua boa vida após sofrer uma tentativa de assassinato. Para escapar, precisou se aliar a um perigoso guerreiro viking em Prince of Fools, volume que deu início a esta nova série.
Jalan queria apenas voltar ao vinho e às mulheres do Sul, mas Snorri tem outros planos. O viking deseja desafiar todo o Inferno se necessário for para trazer sua esposa e filhos de volta à vida. Os peões são jogados para se sacrificar e a Rainha Vermelha colocou ambos os homens em seu conselho. Quantos avanços tem visto a Irmã Silenciosa? Até onde eles chegarão antes que sua parte no jogo acabe?

Minhas impressões

Um ano mais ou menos aguardando essa sequência e valeu à pena (não que isso seja incentivo para o autor demorar mais um ano para o próximo =p). Como descrito no início do livro, o autor não usou do artifício que muitos outros autores usam, de ficar enfiando a recapitulação do livro anterior nas falas dos personagens. Ele faz um resumo logo nas primeiras páginas situando os mais esquecidos em que pé a história parou.

Resenha: Grau 26 – Anthony E. Zuiker

/Editora Record/Resenhas/

Editora: Record
Autor: Anthony E. Zuiker | Duane Swierczynski
ISBN: 9788501088833
Edição: 1
Número de páginas: 434
Acabamento: Brochura
Classificação EDS: 50 de 100 pontos
Compre: Amazon

Anthony E. Zuiker, visionário criador de CSI, apresenta o primeiro romance digital interativo sobre a mais brutal série de crimes do mundo. O perito Steve Dark e sua equipe têm nas mãos o mais terrível assassino de todos os tempos. Um homem tão perverso que não se encaixa nos 25 graus de psicopatia estipulados pela lei. Para ele, é necessário criar o grau 26. Um livro eletrizante e inovador, a primeira experiência literária de conversão de mídias.

Minhas impressões

Esse livro estava na minha lista de leitura já faz um bom tempo e ainda estou em dúvida se não era melhor tê-lo deixado lá. Vou explicar a seguir.

O livro traz a história de um novo grau na escala psiquiátrica que mede a maldade. Pra você, assim como eu, que não sabia que existia isso, a escala conta com vinte e dois níveis de maldade que vão desde matar alguém em auto defesa, até psicopatas que torturam por anos e depois matam as vítimas. No livro somos apresentados a vinte e cinco níveis e surge o vigésimo sexto.