Resenha: Lorde Supremo – Trudi Canavan

/Editora Novo Conceito/Resenhas/

O-lorde-supremo-Trudi-Canavan-estante-dos-sonhosEditora: Novo Conceito
Autor: Trudi Canavan
ISBN: 9788576861805
Edição: 1
Número de páginas: 624
Acabamento: Brochura
Compre: Amazon
Classificação EDS:  100 de 100 pontos

Na cidade de Imardin, onde aqueles que têm magia têm poder, uma jovem garota de rua, adotada pelo Clã dos Magos, se encontra no centro de uma terrível trama que pode destruir o mundo todo. Sonea aprendeu muito no Clã, e os outros aprendizes agora a tratam com um respeito relutante. No entanto, ela não pode esquecer o que viu na sala subterrânea do Lorde Supremo — ou seu aviso de que o antigo inimigo do reino está crescendo em poder novamente. Conforme Sonea evolui no aprendizado, começa a duvidar da palavra do mestre de seu clã. Poderia a verdade ser tão aterrorizante quanto Akkarin afirma? Ou ele está tentando enganá-la para que Sonea o ajude em algum terrível esquema sombrio?

Minhas impressões

Uma história que parecia tímida logo no início se tornou algo tão épico e bem escrito.

Num mundo pós Harry Potter, é difícil para um autor escrever sobre magia, pelo menos eu ficaria com medo de repetir algo. Porém é algo tão natural nessa saga que você não faz associação nenhuma à outra história. Vou tentar ao máximo não dar spoiler pra quem não leu o segundo livro, mas não posso prometer nada =).

Depois de Sonea descobrir o que o Lorde Supremo estava fazendo e porque a mantinha sob extrema vigilância, ela decide que deve seguir o mesmo caminho que ele, afinal Imardin estava em perigo e com ela, a favela onde moravam seus tios. Engolindo seu medo ela deixa claro para o Lorde Supremo o que ela quer. Por mais estranho que pareça o Lorde Supremo se mostra relutante a ensina-la, o que é um baque para Sonea já que ela achava justamente o contrário, que ele queria que ela aprendesse. Depois de muita insistência de Sonea e do servo do Lorde Supremo, Akkarin resolve ensina-la “magia negra” (desculpe, mas não tinha como prosseguir a resenha sem falar isso rs).

Quando os inimigos percebem que Akkarin enfraqueceu em sua última batalha, eles começam a enviar cada vez mais soldados para descobrir como finalmente invadir a cidade. Após essa batalha, Sonea exige ser levada junto, pois Akkarin não conseguiria resolver tudo sozinho. Contra vontade Sonea se vê encurralada e precisa usar a “magia negra” para salvar Akkarin e ela mesma.

Pulando um pouco a história e os motivos, Sonea e Akkarin são obrigados a irem para Sachaka e lá Sonea começa a entender todo o peso que Akkarin carrega nas costas. Lá ela descobre que a “magia negra” que a academia tanto teme é chamada de Magia Superior e que seus antepassados usavam-a constantemente. Somente após um grave incidente é que ela é proibida.

Em Sachaka ela percebe quão fracos são os magos de Imardin e que somente com a Magia Superior é que eles poderão ter uma chance contra os Ichanis.

Bom, já deu pra ver que a coisa fica frenética no ultimo livro. Como falei no início, o primeiro livro veio com uma história interessante e despretensiosa que acabou se tornando uma ótima trilogia. O andamento dos acontecimentos entre os livros foi muito bem divido. Tem algumas trilogias por aí onde o autor segura tudo para o último livro e acaba estragando a trilogia pelo fato do terceiro livro ser rápido demais. Não o caso da Trudi Canavan.

A trilogia do Mago Negro é mais um que você tem que ter guardado na sua estante, pois te prende do primeiro ao último livro e deixa aquele desejo de mais. É mais um livro original que fala de magia e aventuras que eu recomendo muito pra quem não tem o costume de ler.

Enfim, recomendo muito o livro e espero que vocês leiam =)

Compartilhe este link para ganhar pontos

Resenha: A Aprendiz – Trudi Canavan

/Editora Novo Conceito/Resenhas/

A Aprendiz.inddEditora: Novo Conceito
Autor: Trudi Canavan
ISBN: 9788581630250
Edição: 1
Número de páginas: 544
Acabamento: Brochura
Classificação EDS:  100 de 100 pontos
Compre: Amazon

Sozinha entre todos os aprendizes do Clã dos Magos, somente Sonea vem de uma classe menos privilegiada. No entanto, ela ganhou aliados poderosos, como Lorde Dannyl, recentemente promovido a Embaixador. Ele terá, agora, de partir para a corte de Elyne, deixando Sonea à mercê dos boatos maliciosos e mentirosos que seus inimigos continuam espalhando… até o Lorde Supremo entrar em cena. Entretanto, o preço do apoio de Akkarin é alto porque, em troca, Sonea deve proteger seus mistérios mais sombrios.
Enquanto isso, a ordem que Dannyl está obedecendo, de buscar fatos sobre a longa pesquisa abandonada de Akkarin sobre o conhecimento mágico antigo, o está levando a uma extraordinária jornada, chegando cada vez mais perto de um futuro surpreendente e perigoso.

Minhas Impressões

Continuando a saga iniciada no Clã dos Magos, A Aprendiz se aprofunda agora no aprendizado de Sonea e no dia a dia dela na universidade. Já não basta o fato de que um local cheio de adolescentes ser hostil, Sonea ainda tinha o problema de sua origem humilde. Por ter vindo da favela ela começa a ser perseguida pelos outros aprendizes que tentam “provar” que ela não pertence ao clã.

Me lembrando muito do Malfoy (cuspo no chão ao falar o nome dele rs), Sonea é atormentada por Regin, um estupidozinho que acha Sonea indigna de estar perto dos filhos das Casas. Por mais que o tutor de Sonea tente evitar isso conversando com o tutor de Regin, as provocações não param. É em uma dessas perseguições que Sonea percebe que é extremamente mais forte que os outros aprendizes.
Se esgueirando pelos túneis da universidade, Sonea é emboscada por vários dos amigos de Regin e ele, claro. Mesmo todos eles emprestando força a Regin, ele não consegue superar a força de Sonea.

Depois de muita perseguição, Dorrien, um “affair” de Sonea, dá a sugestão que ela desafie Regin para uma luta pública. Vou deixar o comentário abaixo oculto, pois tem spoiler, caso queira realmente saber clique em mostrar, senão pode continuar lendo a resenha.
[spoiler]O Desafio Público era comum no antigo clã para resolver os desentendimentos entre os magos. Ficava subentendido que quem ganhasse devia se submeter ao outro, ou seja, se Sonea ganhasse, Regin teria de parar de atormenta-la. Como o tutor de Regin era um Guerreiro, Sonea estava em desvantagem, pois ela não gostava dessa matéria, mas sabiamente escolheram Lorde Yikmo, um Guerreiro não tão forte, mas habilidoso, para ensina-la as técnicas afim de ganhar a luta.
A luta é definida por turnos. Os tutores de cada aprendiz deve formar uma barreira por baixo da barreira de cada aprendiz, evitando que um dos dois exagere na dose. O primeiro aprendiz que encostar na barreira interna vence o turno. Por mais que Regin não seja tão forte como Sonea ele ganha dois turnos, empatando com Sonea. O último turno é bem disputado, ambos estão cansados, mas Sonea ainda tem muita reserva de magia e investe com tudo contra Regin, derrubando a barreira dele e a de seu tutor, mostrando quão forte ela é[/spoiler].

Dividida, Sonea tenta escapar de todas as obrigações que ela não pediu, que estão nos ombros dela e de alguma forma conseguir derrotar um mago poderoso que ameça todo o clã. Se vocês perceberam, não citei em momento nenhum quem era o tutor dela para não estragar o livro. Garanto a surpresa!

Enfim, o livro é excelente. Confirma a qualidade de escrita da autora, que no segundo livro, conseguiu manter o mesmo ritmo do primeiro e prender a atenção do leitor. O suspense pra saber a verdade por trás de todo o mistério da o “tempero” da trama e você vai se surpreendendo conforme vai lendo. Recomendo muito o livro e que venha o terceiro.

Até a próxima!

Resenha: O Clã dos Magos – Trudi Canavan

/Editora Novo Conceito/Resenhas/

clã-dos-magos-trudy-canavan-estante-dos-sonhosEditora: Novo Conceito
Autor: Trudi Canavan
ISBN: 9788581630007
Edição: 1
Número de páginas: 448
Acabamento: Brochura
Classificação EDS:  100 de 100 pontos

Todos os anos, os magos de Imardin reúnem-se para purificar as ruas da cidade dos pedintes, criminosos e vagabundos. Mestres das disciplinas de magia, sabem que ninguém pode opor-se a eles. No entanto, seu escudo protetor não é tão impenetrável quanto acreditam. Enquanto a multidão é expurgada da cidade, uma jovem garota de rua, furiosa com o tratamento dispensado pelas autoridades a sua família e amigos, atira uma pedra ao escudo protetor, colocando nisso toda a raiva que sente. Para o espanto de todos que testemunham a ação, a pedra atravessa sem dificuldades a barreira e deixa um dos mágicos inconsciente. Trata-se de um ato inconcebível, e o maior medo da Clã de repente se concretiza: uma maga não treinada está à solta pelas ruas. Ela deve ser encontrada, e rápido, antes que seus poderes fiquem fora de controle e destruam a todos.

Minhas Impressões

Depois que você lê Harry Potter quando vê um livro de magia já imagina os feitiços, varinhas mágicas e por aí vai. O Clã dos Magos é bem diferente, e é muito bom!

Imaginem o seguinte cenário. Um país controlado por um rei e diversas casas, que hoje em dia seria considerada a classe A, os ricos. Só quem tinha permissão para entrar no Clã, e praticar magia, eram os filhos das Casas. Todo ano o Clã era incumbido de limpar as ruas de Imardin, a chamada Purificação. A Purificação obrigavam todos os pobres e mendigos a voltarem para a favela, “deixando as ruas mais seguras”.

Numa dessas purificações acontece algo inesperado. Uma pedra é atirada contra os Magos e ultrapassa a barreira mágica. Só magia pode ultrapassar a barreira! Começa então uma caçada pra descobrir qual “favelado” fez magia.

Por outro lado sem saber o que fez, ou como fez, Sonea precisa se esconder dos Magos. Eles definitivamente não queriam uma favelada praticando magia e pra se esconder ela vai ter que apelar por ajuda dos Ladrões!

Enfim, é em meio a essa caçada que o leitor nem percebe as páginas passando. A autora cria um universo mágico, como eu disse anteriormente, diferente do que já conhecemos. Ela criou algumas palavras próprias e uma história pra esse universo que torna tudo mais interessante. O livro mistura basicamente o que eu gosto; ação, fantasia e um toque de suspense. Recomendo o livro e a sequência que logo, logo, faço a resenha =)