Resenha: Herdeiro do Ciclo – Elias Flamel

Capa do livro Herdeiro do Ciclo
/Resenhas/

Editora: Publicação própria
Autor: Elias Flamel
ASIN: B087NT4PNF
Edição: 1
Número de páginas: 712
Acabamento: Ebook
Classificação EDS: 90 de 100 pontos
Compre: Amazon

Nascido da honra, cultivado nos fortes e endurecido conforme o avançar da velhice. Yosef abandonará aquilo que faz os mais covardes oferecerem o pescoço sem ao menos piscar? O seu povo quer armas enquanto ele continua em busca do filho. Parte, é preciso partir mais uma vez. Aqueles que o acompanham não conseguem tirar dos corações a sensação de aventura. Porém, o servo dos Cinco do Ciclo que perdeu tudo, ainda possui sabedoria e tem o conhecimento dos perigos ao se cometer um crime contra o império de Numitor.

Minhas Impressões

Conheci a primeira obra através do próprio autor que entrou em contato através do nosso instagram. Ele apresentou o enredo inicial do livro, que me chamou a atenção de imediato. Vocês podem ler a resenha do primeiro livro aqui.

Nada é proibido para aqueles que têm poder.

Desde o fim do primeiro livro que aguardo a continuação para saber qual caminho Destino reserva para o líder de Keltoi. Quando recebi a mensagem falando que a segunda obra estava pronta, foi só felicidade. Queria ter terminado de ler antes, mas essa pandemia foi complicada =s

Para quem não lembra da história inicial, acompanhamos a vida de Yosef, líder da pequena e pacata cidade de Keltoi. Esta, e a maioria das outras nações vivem sob o julgo do império de Numitor (sim, há uma grande correlação com o império Romano, como comentei na primeira resenha).

Zahi, liberdade é muito mais do que escolher. Liberdade é ter o direito de errar.

Passamos por alguns percalços no final do primeiro livro, que obviamente não contarei aqui. Algo que posso dizer é que Yosef continuará sua busca pelo filho, e para isso, recorrerá a meios não tão seguros assim. Apelará para pessoas não confiáveis e será surpreendido por novos horizontes e desafios.

Pedir é um veneno e pode torna- se um vício. – Noto a sabedoria em suas palavras, e tendo elas como um guia para refletir surge uma pergunta: um homem pode viver tendo como base o orgulho? Para um líder é dada essa opção? – Lucien e sua mania de filosofar sobre tudo.

Sei que não diz muita coisa, mas é difícil falar sem dar spoiler. São acontecimentos que precisam ser lidos e que formam a trama de Herdeiro do Ciclo.

Volto a repetir o elogio ao autor que fiz na primeira resenha, quanto a habilidade de criar paralelos entre nossa realidade e a realidade ficcional do livro. Somos apresentados a personagens fáceis de gostar e personagens mais fáceis ainda de odiar.

Os homens já tinham desejo de serem livres e se apoiaram nas minhas palavras. E eu disse para cada um que veio falar comigo o seguinte: “Viva a sua vida”.

Aqui cabe um novo elogio ao autor pela construção dos personagens, e por manter a integridade da personalidade deles. Eu teria agido totalmente diferente com o cervejeiro! Sim, você tem que ler para entender o motivo =]

Sendo justo, em alguns momentos o livro se torna “parado”, com eventos que não acrescentam muito à trama, mas isso não diminui a enorme qualidade da obra.

Para muitos a tristeza será uma grande árvore que pode ser cortada, mas sempre terá raízes profundas, impossíveis de serem arrancadas. Para alguns a esperança germina pois passaram por duas grandes provações sem grandes perdas.

Por fim, vale muito a leitura. Os acontecimentos do livro te levam a uma leitura fluida, você nem percebe quanto tempo já está lendo e quer acompanhar o desenrolar da história. Saber que é um autor nacional então dá uma felicidade enorme. Ajude o autor comprando a obra dele, pela qualidade e quantidade de páginas, é um valor irrisório. Você pode encontrar o livro clicando aqui ou lá em cima onde está escrito Amazon.

Até a próxima!

Photo by veeterzy on Unsplash