Resenha: A Maldição do Tigre – Colleen Houck

/Editora Arqueiro/Resenhas/

a-maldicao-do-tigre-estante-dos-sonhosEditora: Editora Arqueiro
Autor: Colleen Houck
ISBN: 9788580410266
Edição: 1
Número de páginas: 352
Acabamento: Brochura
Classificação EDS:  100 de 100 pontos

Paixão. Destino. Lealdade. Você arriscaria tudo para salvar seu grande amor?
Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco.
Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele.
O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço.
Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.

Minhas impressões

A maldição do tigre é o primeiro volume de uma saga fantástica e épica, que apresenta mitos hindus, lugares exóticos e personagens sedutores. Lançado originalmente como e-book, o livro de estreia de Colleen Houck ficou sete semanas no primeiro lugar da lista de mais vendidos da Amazon, entrando depois na do The New York Times.

Venho falar para vocês hoje desse incrível livro lançado pela nossa maravilhosa parceira a Editora Arqueiro. Mundialmente conhecido com milhares de exemplares vendidos pelo mundo, tem tudo para se tornar uma saga fenômeno em vendas e no gosto dos leitores.

Para começar o que mais chamou minha atenção foi a sinopse do livro, pois lembra minha historia da Disney preferida “A Bela e a Fera” com um certo tom de modernidade que me agradou e muito. A narrativa da autora é ótima e nada cansativa, fiquei praticamente até 05:00 da manhã sem largar o livro, extasiada pela aventura em que os personagens se metem e nos levam com eles e a explosão sentimental em volta dos personagens.

Primeiramente conhecemos Kelsey “Kells” uma adolescente de 17 anos, órfã que encontra um lindo Tigre Branco no seu primeiro emprego em um Circo que está passando pela cidade chamado Dhiren “Ren”, que irá fazer com que velhos sentimentos voltem a aflorar em seu coração. Porém mais tarde ela descobre que esse lindo Tigre Branco, se torna um Moreno, Alto, Bonito e Sensual (desculpem, não resisti, tive que colocar isso =^.^= ), que é nada mais nada menos que um Príncipe Indiano (suspiros já) que está preso a séculos na forma de um Tigre por intermédio de uma maldição.

A narrativa de Colleen entre Kells e Ren “Tigre” é fascinante e envolvente, a confiança que ela deposita nele para se abrir e relembrar o sentimento de perda e solidão que sente em relação à morte de seus pais toca o leitor de uma forma comovente, eu chorei um bocadinho. Vendo a vida do tigre estando preso em uma jaula, ela se identifica com esse sentimento de tristeza interior sem que ninguém de fora o perceba.

O tema central da historia se passa na Índia. A descrição de lugares, as comidas típicas (que dão água na boca), a tradição sobre vestuários e comportamentos, a cultura, as histórias e mitos hindus contadas pelo meu personagem preferido Sr. Kadam, que ao narra-las faz você se sentir sentado em frente a seu Avô ouvindo aquelas historias antigas que te levam a esse deslumbrante passado.

Porém nem tudo no livro são rosas, as partes onde a autora descreve o relacionamento de Kelsey com Ren “Humano” deixa um pouco a desejar, é uma narrativa muitas vezes meio infantilizada. Pensei várias e várias vezes: “Poxa, ela tem quase 18 anos, está ao lado desse cara super lindo, e faz essas coisas? O.M.G.!”. Espero que ao decorrer dos próximos livros a Kelsey se torne um pouco mais madura nessa parte.

Ren é aquele Príncipe Perfeito, desde o comportamento até o modo de falar com Kelsey, deixa você sem ar, de pernas bambas, e babando um pouco. O modo como ele descreve seus sentimentos para ela deixa qualquer uma de boca aberta. Um pedacinho para deixar vocês com o coração acelerado…

– Já passei por muitas situações difíceis em minha vida – disse ele baixinho. – Já estive em batalhas sangrentas. Vi amigos serem mortos ao meu lado. Testemunhei coisas terríveis sendo feitas com homem e com animais, mas nunca tive medo.

– Já me senti perturbado. E também inquieto e tenso. Já estive em perigo mortal, mas nunca experimentei esse medo que faz suar frio, o tipo que corroí um homem vivo, que o lança de joelhos e o faz implorar. Na verdade, sempre senti orgulho de estar acima disso. Pensava que tinha sofrido e visto tanto que nada mais poderia me assustar. Que nada poderia me fazer chegar a esse ponto.

-… Tive medo de perder você. Senti um pavor corrosivo, angustiante e infinito. Era insuportável. A parte mais torturante foi perceber que eu não queria mais viver se você se fosse e saber que não havia nada que eu pudesse fazer. Eu estaria preso para sempre nesta existência miserável sem você.

Meu Deus se alguém falasse isso pra mim, nem tava aqui mais =^.^=.

O misticismo que gira em torno dessa maldição é impressionante, a autora fez uma pesquisa excelente e conseguiu um ótimo material para o desenvolvimento da Saga. Buscar inspiração em um lugar tão longe e tão fascinante com mil e uma opções disponíveis ao seu redor somente esperando que alguém as use, foi uma boa aposta.

Estou simplesmente louca para ler o próximo volume “O Resgate do Tigre” e trazer sua resenha para vocês se deleitarem com essa fascinante historia.

Recomendo e muito lerem esse livro, o romance é lindo, as cenas de aventura são de tirar o fôlego, você se vê ofegando como se estivesse nos mesmos apuros com eles, uma simples frase para resumir o livro seria: aventura do começo ao fim, com toques de romance na medida certa que te deixam sem fôlego, fazem dele um ótimo livro de Ficção/Romance que vai te tirar do serio e te deixar ávida por mais.