Resenha: Os Cinco do Ciclo – Elias Flamel

/Resenhas/

Editora: Publicação própria
Autor: Elias Flamel
ASIN: B075GZJBLR
Edição: 1
Número de páginas: 556
Acabamento: Ebook
Classificação EDS: 80 de 100 pontos
Compre: Amazon

Yosef de Keltoi. Presenteado na infância, por uma de suas mães, com um tesouro de muitas páginas. Cresceu com pouco, encontrou o seu amor e ao lado dela teve que instigar uma revolução entre trabalhadores do campo. Sua vitória não foi perfeita, pois falhou contra os deuses que tanto venerava. Assim, o líder de uma vila pequena, e quase oculta entre os quatro cantos do mundo, vive o começo da sua velhice.

Minhas impressões

Recebi a indicação desse livro do próprio autor que me contatou através da página do blog no Facebook. Ele me ofereceu uma cópia do livro para que eu pudesse ler e fazer a resenha, mas fiz questão de comprar o ebook, uma vez que o mesmo estava super barato na Amazon.

Abrindo um parenteses aqui. Se você tá apertado pra comprar aquele livro esse mês recomendo o site Cupom Válido. Nele você vai achar diversos cupons para as maiores lojas, incluindo claro, Amazon, Saraiva, Submarino, Wine (pois vinho combina com livros), etc. Então você não vai ter mais desculpa pra comprar livros =)

Voltando. O livro traz já na sinopse algumas questões que chamam atenção e mesmo a lista de livros sendo interminável, coloquei-o na frente. Por sorte não me arrependi.

Resenha: Crônicas dos Senhores de Castelo – O Poder Verdadeiro Livro 1 – G. Norris & G. Brasman

/Editora Verus/Resenhas/

Editora: Verus
Autor: G. Norris & G. Brasman
ISBN: 9788576861058
Edição: 1
Número de páginas: 236
Acabamento: Brochura
Compre: Amazon
Classificação EDS:  100 de 100 pontos

Uma missão, dois Senhores de Castelo e incontáveis perigos. A batalha pelo Multiverso começa agora! Em um passado longínquo, um conflito épico foi travado em todo o Multiverso. Para garantir o futuro e o equilíbrio de todos os reinos, um grupo de combate especial, chamado Senhores de Castelo, foi criado. Depois de anos de guerras devastadoras, os Senhores de Castelo conquistaram a vitória e por mais de três milênios zelaram pela harmonia e pela prosperidade nos quatro quadrantes do Multiverso. Mas a paz fica ameaçada quando a princesa guerreira Laryssa e seu companheiro androide tentam reativar a magia ancestral do Globo Negro, um artefato de grande poder. Em meio a perseguições por seres grotescos e por um temível feiticeiro, o caminho da princesa cruza com o de dois poderosos Senhores de Castelo – Thagir, um pistoleiro com braceletes mágicos, e Kullat, um cavaleiro que manipula energia. Tem início então uma eletrizante jornada, em que habilidades de guerra, magia e tecnologia decidirão o destino de todo um planeta. O poder verdadeiro é o primeiro livro da saga dos Senhores de Castelo.

Minhas impressões

Crônicas dos Senhores de Castelo, traz um universo fantástico totalmente do zero. Entre fadas e magos se desenrola uma trama mágica extremamente detalhada, que envolve o leitor do começo ao fim do livro.

A princípio fiquei com medo de ler o livro, pois havia recebido uma crítica contrária ao livro, mas mesmo assim resolvi ler. Não me arrependo de ler. Por mais que eu não tenha costume de ler livros de literatura fantástica, fiquei fascinado como os autores em poucas páginas conseguem demonstrar uma trama gigantesca de universos e seus personagens (Coisa que o cara da série Gelo e Fogo não consegue fazer nas 600 e poucas páginas do livro).

Num misto de fadas e magos (calma, não é a sininho do Peter Pan), um mundo de magia de 3 milênios é atormentado por uma força antiga que poderia acabar com toda a paz do Multiverso. Cabe a Kullat e Thagir protegerem o reino de Agas’B e restaurar a paz do lugar.

Repleto de aventuras e lutas Senhores do Castelo deixa a cada página a vontade de virar para a próxima. Como disse antes, os autores conseguem fechar cada dúvida do universo que eles criaram e criam uma margem para que o leitor continue imaginando o mundo que eles criaram. Isso é algo que não vejo desde Stephen King e a Torre Negra.

Enfim… O livro é muito bom. Eu recomendaria esse livro para pais que tem problemas em incentivar o filho a ler. Por ser algo fantasioso se torna gostoso de ler. Recomendo =)